Mitos e verdades sobre o Krav Maga

 em Krav Maga

É um esporte competitivo? É para ensinar a brigar? Apesar da sua popularidade cada vez maior, muitas pessoas ainda têm convicções erradas sobre o Krav Maga. Neste post, vamos esclarecer alguns mitos e pontuar algumas verdades para você compreender melhor o Krav Maga.

Mito: Krav Maga é uma técnica violenta

Pelo contrário, o Krav Maga é uma técnica de defesa pessoal que busca neutralizar situações de violência de maneira eficaz. As técnicas não são de agressão, mas de defesa.

Vale lembrar ainda que, muitas vezes, preservar sua segurança significa evitar confrontos físicos. O contra ataque é utilizado somente em últimos casos.

Verdade: o Krav Maga explora pontos vulneráveis do corpo

Parte da eficiência do Krav Maga vem do conhecimento dos pontos fracos dos oponentes e a capacidade de o praticante saber explorá-los para neutralizar ameaças. Pontos fracos são aqueles que não podem ser fortificados, mesmo com treinamentos.

Existem vários ao longo do corpo: cabeça (a região dos olhos e do nariz), costelas e boca do estômago, ou a região dos órgãos genitais, por exemplo. Ao receber um golpe nesses locais, o atacante fica atordoado e a vítima pode se colocar em segurança.

Mito: Krav Maga é um esporte competitivo

Não existem competições de Krav Maga. Esportes de luta geralmente são divididos por categorias, que envolvem peso do atleta, sexo e idade, e também há regras e juízes. O Krav Maga trabalha com outro contexto.

O criador do Krav Maga, Imi Lichtenfeld, buscava criar técnicas efetivas em uma situação de risco real fora dos ringues. No Krav Maga, os alunos aprendem a se defender de dois ou mais oponentes, ou situações que envolvem armas brancas, entre outras. Um cenário bem diferente dos ringues profissionais.

Verdade: Krav Maga trabalha disciplina e autocontrole

Como já mencionamos anteriormente, o objetivo dessa técnica não é estimular a violência. Parte do treinamento do Krav Maga consiste em ensinar o poder da disciplina e do autocontrole.O autocontrole nada mais é do que a combinação de 4 aspectos diferentes: controle emocional, racional, motor e reacional.

Ao simular situações de perigo e vulnerabilidade, o Krav Maga trabalha com todos esses tipos de controles e a forma correta de empregá-los para se proteger.

Verdade: Krav Maga pode ser praticado como atividade física

A defesa pessoal depende de coordenação motora bem desenvolvida. Por isso, as aulas de Krav Maga são geralmente dividas em três partes: alongamento e aquecimento, demonstração das técnicas pelo professor e prática em duplas ou grupos. Assim, cada treino com duração de aproximadamente uma hora, pode queimar até 800 calorias.

Além de melhorar drasticamente a coordenação motora, a prática ajuda a melhorar o sistema cardiovascular; aumenta a flexibilidade e agilidade do seu corpo e traz ganho de força, que vai se desenvolver naturalmente nesse contexto.

Gostou do texto e se interessou por conhecer mais sobre o Krav Maga? Siga as nossas redes sociais: Instagram, Facebook e YouTube.

Posts recentes

Leave a Comment